Mais do que parece

Instalação site-specific;

PVC e poliestireno;

Dimensões variadas;

Sculpture By The Sea - Bondi - Sydney (AUS);

2019.

 

 

"Mais do parece" é uma metáfora lúdica e um tanto irônica de como nós, às vezes, falhamos ao desenhar (para) nosso futuro. Ao intervir num ponto específico da paisagem e transformar suas características, produz uma referência que é universal e pontual ao mesmo tempo.

O grande lápis vermelho pode parecer um resultado trivial, mas também busca trazer à memória um elemento familiar no imaginário do mundo: a necessidade pela correção. Milênios antes de nós, artesãos egípcios instituíram materiais que corrigiam, através de riscos coloridos, erros nos contornos que desenhavam em suas antigas paredes sagradas. Hoje, muitos dizem estes riscos corretores eram vermelhos, e que o famoso lápis já existia.

Como um arquiteto por formação, é impossível para o artista não reconhecer este famoso uso em um objeto tão ordinário. Ao retirar metaforicamente o real de escala, o artista não quer enganar os olhos, mas tentar fazer lembrar do que representa a presença deste símbolo. Que papel a necessidade pela manutenção do ideal – seja ele qual for - tem em nossas ações? Como nossos olhares modernos e pós-industriais encaram a janela do mundo?

Renan Archer